twitter


Aqui vai mais uma lista de filmes ! Não esqueça a pipoca!

Além dos meus olhos
(Eye on the sparrow). EUA, 1987. Direção: John Korty. Drama. 94 min. VHS.
Mulher cega quase se cura, mas volta a ficar sem visão e casa-se com um jovem cego. Ela enfrenta obstáculos para ter filhos, mesmo quando parte para a adoção. Telefilme sobre uma história verdadeira e comovente.
Amargo regresso
(Coming home). EUA, 1978. Direção: Hal Ashby. Drama. 127 min. VHS.
Mulher de oficial ajuda a cuidar de feridos em um hospital e apaixona-se por um ex-soldado paraplégico. Retrato comovente e realista dos efeitos da Guerra do Vietnã sobre os combatentes que voltaram para casa. Oscar de melhor atriz (Jane Fonda), ator (John Voigt) e roteiro.
A aventura dos sentidos
(RTV Unicamp). Produção e reportagem de Luciana Gabriel, roteiro e edição de Patrícia Lauretti e edição não-linear de Ricardo Daniel. Cerca de 30 min.
Pode ser visto em www.rtv.unicamp.br/index.php?mostra=23
(acesso em 27/10/2005).
Este vídeo relata aventuras junto à natureza vividas por um grupo de pessoas com deficiência visual que freqüentam a Faculdade de Educação Física da Unicamp. Entre outras aventuras, o vídeo registra o grupo atravessando trilhas de pedras, praticando rapel em cachoeiras, conhecendo o mar.
Dançando no escuro
(Dancer in the dark). Dinamarca/Suécia/França, 2000. Direção: Lars von Trier. Drama. 137 min. VHS/DVD.
Imigrante que está ficando cega trabalha na fundição de uma pequena cidade americana para poder pagar a operação de seu filho – futura vítima da mesma doença hereditária. Recebeu a Palma de Ouro no Festival de Cannes.
O despertar para a vida
(The Waterdance). EUA, 1992. Direção: Neal Jimenez e Michael Steinberg. Drama. 106 min. VHS.
Escritor fica paraplégico em acidente e tenta se adaptar à nova realidade num hospital. Jimenez, co-diretor e roteirista, narra suas próprias experiências, em parceria com o também estreante Steinberg. Humano e poético, o filme foi o vencedor do prêmio do público do Festival de Cinema Independente de Sundance, EUA, patrocinado por Robert Redford.
Filhos do silêncio
(Children of a lesser God). EUA, 1986. Direção: Randa Haines. Drama. 118 min. VHS.
Um delicado professor vai trabalhar numa pequena cidade e conhece uma moça surda, que não se aproxima de ninguém. Ajudá-la a adaptar-se à convivência social é o desafio que ele decide enfrentar. Espetáculo de prestígio, inspiração e exemplo, que deu um Oscar de melhor atriz a Marlee Matlin, portadora de deficiência auditiva na vida real, então casada com William Hurt. A diretora estreante Randa Haines foi premiada no Festival de Berlim.
Forrest Gump, o contador de histórias
(Forrest Gump). EUA, 1994. Direção: Robert Zemeckis. Drama. 142 min. VHS/DVD.
A saga de um jovem com deficiência intelectual através de 40 anos de sua vida: da infância até tornar-se um ídolo e herói de guerra americano. Fábula moral sobre a vitória do homem comum. Ganhador de seis Oscar, entre eles o de melhor ator (Tom Hanks).
Gaby, uma história verdadeira
(Gaby, a true story). EUA, 1987. Direção: Luis Mandoki. Drama. 110 min. VHS.
A história real de Gaby Brimmer, filha de europeus refugiados no México. Apesar de inteligente e lúcida, problemas neurológicos impedem que ela tenha controle sobre seu corpo.
Janela da alma. Brasil, 2001. Direção: João Jardim e Walter Carvalho. Documentário. 73 min. VHS/DVD.
O filme apresenta pessoas com diferentes graus de deficiência visual que falam da percepção acerca de si próprias, dos outros e do mundo. Entre os depoimentos estão os de José Saramago, Hermeto Paschoal, Wim Wenders, o fotógrafo cego franco-esloveno Evgen Bavcar.
O jardim secreto
(The secret garden). EUA, 1993. Direção: Agnieszka Holland. Drama. 101 min. VHS/DVD.
Órfã muda-se para o castelo do tio, onde faz amizade com o primo doente e descobre um jardim fechado desde a morte da tia. Fantasia baseada em romance de Frances Hodgson Burnett, produzida por Francis Ford Coppola. O elenco infantil empresta vida a uma trama em que os adultos, vistos pela ótica das crianças, são personagens sombrios e atormentados.
Meu pé esquerdo
(My left foot). Irlanda, 1989. Direção: Jim Sheridan. Drama. 100 min. VHS/DVD.
Garoto irlandês com paralisia descobre que pode usar os pés para substituir as mãos imobilizadas. Ele começa a pintar e, mais tarde, passa a escrever. Inspirado na autobiografia de Christy Brown. Oscar de melhor ator para Daniel Day-Lewis e de atriz coadjuvante para Brenda Fricker, que desempenhou o papel da mãe dedicada.
Nascido em 4 de julho
(Born on the fourth of July). EUA, 1989. Direção: Oliver Stone. Drama. 145 min. VHS/DVD.
Jovem ferido na guerra do Vietnã fica paraplégico e troca idéias conservadoras pelo ativismo político, em meio à lembrança de ter causado a morte de companheiro em combate. Épico baseado no livro autobiográfico de Ron Kovic, co-autor do roteiro. Oscar de direção e montagem.
O óleo de Lorenzo
(Lorenzo’s oil). EUA, 1992. Direção: George Miller. Drama. VHS.
Ao saber que o filho de cinco anos apresenta sintomas de rara doença mortal, pais tentam descobrir a cura a todo custo. Baseado em caso real. Médico formado, o diretor Miller interessou-se pelo problema vivido pelo casal e levou-o às telas com extrema delicadeza.
Pequeno milagre
(Simon Birch). EUA, 1998. Direção: Mark Steven Johnson. Drama. 113 min. VHS/DVD.
Em uma pequena cidade, a forte amizade entre dois meninos, que se sentem diferentes por razões diversas e costumam ser alvos de gozações, é abalada por um acidente em jogo de beisebol.
Perfume de mulher
(Scent of a woman). EUA, 1992. Direção: Martin Brest. Drama. 156 min. VHS/DVD.
Estudante é levado por um coronel cego a um inesperado fim de semana em Nova York. Oscar de melhor ator para Al Pacino.
Rain man
(Rain man). EUA, 1988. Direção: Barry Levinson. Drama. VHS/DVD. 140 min.
Jovem sempre apertado por credores fica sabendo que foi preterido na herança do pai, em favor do irmão autista, cuja existência ele desconhecia. Oscar de roteiro, direção, filme e ator (Dustin Hoffman). Filme bem-humorado, com diálogos inteligentes e bela fotografia


1 comentários:

  1. Olá Val, vim conhecer seu blog e gostei muito. Sou psicóloga e fiz libras para atender surdos em lingua de sinais. Mas na minha cidade é muito dificil ter apoio.
    Venha conhecer meu blog e me seguir, seu apoio será muito importante para mim.
    Uma dica de filme: Black. Infelizmente não se encontra em locadora, precisa tentar achar na internet, é um filme imperdivel que conta a história de uma garotinha que nasce cega e surda e consegue chegar a ser formar depois de anos de luta.

    venha conhecer meu blog

    www.terapiaexpressivariopreto.blogspot.com

    abraços

    Sheila

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.