twitter


"O Homem que Amava Caixas" é uma obra importante na carreira e na vida de Stephen. Não somente por ser sua primeira publicação, mas por abordar sentimentos profundos vividos pelo próprio autor e seu pai. Aos 9 anos, Stephen perdeu a audição, o que dificultou sua relação com as pessoas, entre elas, o seu pai.
Anos mais tarde, olhando para sua história, o autor reconhece e entende que o pai tentava se comunicar de outras maneiras, buscando expressar seus sentimentos.
Cada um encontra uma forma de lidar com esses problemas. E o homem se esforça para achar uma forma de dizer ao filho o quanto o ama. Como ele conseguirá?

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.