twitter



Alexander Graham Bell, todo mundo conhece a sua invenção: o telefone. O que não se conhece tão bem são seus nexos com a comunidade surda.
Bell deu aulas à crianças surdas em escolas especiais (uma em Londres, outra em Boston para surdomudos, e na escola de surdos Clarke em um albergue nos Estados Unidos). Também abriu uma escola para estudantes surdos e ouvintes. Bell se casou com uma mulher surda, uma ex aluna sua: Mabel Hubbard.
Amy EcklundA estrela de novela, não nasceu surda, perdeu sua capacidade auditiva aos 6 anos e foi criada em um ambiente de comunicação total.
Ecklund nunca ganhou um Emmy, mas já foi nominada. Em 1998, ganhou o prêmio Daytime Webbie por "melhor atriz de drama". Também foi denominada uma das mulheres mais bonitas das novelas semanais.
Como qualquer atriz, Amy Ecklund participou nos chats de internet. Um destes chats fez com que os produtores de sua série tomassem a decisão de que Amy não voltasse a utilizar a língua de sinais em suas aparições.
Dr Andrew Foster, se existe um homem com uma vida impactante é o Dr. Andrew Foster. Não só porque criou várias escolas para crianças surdas na África, mas também foi o primeiro afro americano que se graduou na Universidad Gallaudet. Desafortunadamente, Foster deixou este mundo em 1987 com somente 62 anos.
C.J. JonesJones é um ator afro americano surdo que mais trabalha em Hollywood, sua carreira começou nos anos setentas e hoje em dia segue atuando.
Seus pais eram surdos e ele era uma criança ouvinte, mas aos 7 anos devido a uma meningite, perdeu a audição. Jones se graduou em 1972 como processador de dados no Instituto Técnico Nacional para surdos. Porém, desde sua formatura fez de tudo menos processar dados; sua carreira se dirigiu mais a teatro e cinema. Antes de se formar já dirigia obras de teatro e atuava.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.